29 de junho de 2009

Cinema brasileiro bem visível

Tudo bem que de invisível a Luana Piovani não tem nada né. Aliás, não dá pra ser invisível linda daquele jeito, mas isso são outros quinhentos. Vocês não imaginam a alegria que eu sinto em ver uma produção nacional tão bem aceita por aqui. Ah, antes que eu me esqueça o longa em questão é o ótimo " A mulher invisível" (A mulher invisível, Brasil 2009). É claro que só por ter o Selton Mello no elenco o filme já vale , ao menos pra mim que sou fã, mas além disso a história é boa, as músicas são bárbaras e as atuações deliciosas.

A história a gente conhece bem, um cara achava que tinha uma vida ótima ao lado da mulher (Maria Luísa Mendonça) até ganhar um chapéu de touro dela e de brinde um pé na bunda. O coitadinho do Pedro (Selton Mello), romântico incurável entra numa deprê federal , três meses em casa no escuro , jogado para o deleite das traças apesar dos protestos de seu amigo galinha Carlos (Vladimir Brichita). Do outro lado da parede, sua vizinha Vitória (Maria Manoella) acompanha atentamente todos os ruídos do apartamento de Pedro , usando um copo na parede!!! A mulher é casada com um troglodita e sonha com o vizinho romântico do apê ao lado.

Enfim, quando tudo parecia sem jeito eis que uma gentil vizinha bate à porta de Pedro para pedir aquela xícara de açúcar. Tudo bem , se a vizinha não fosse Amanda (Luana Piovani). Linda, bem humorada, adora futebol, compreensiva, atenciosa e tudo o mais que você puder achar de adjetivos. Eles se apaixonam (sério???) e começam a viver uma linda história de amor. Perfeito não fosse por um detalhe: Amanda é fruto da cabeça de Pedro. Ela não existe! Junte isso à ótimas atuações, doses generosas de comédia e uma trilha sensacional e você vai ter uma comédia romântica brasileira de primeiríssima qualidade.

É muito legal ver como , apesar das piadas, a situação do Pedro nem é tão distante da realidade. Quem aí nunca sonhou com "o cara" ou a "mina" perfeitos? Que goste até daquelas suas manias mais absurdas e acha um charminho seu gosto por música brega!? Que te faz sentir intelectual por ler livros de autores impronunciáveis e autêntico por saber as coreografias do Sidney Magal completas! Vai pode assumir, isso é brilhante!!

Mais legal ainda foi ver que nem a mulher perfeita foi suficiente pra acalmar nosso protagonista. Isso porque, já disse uma querida leitora do Cineopse, "em nossa vida, tudo o que é perfeito é feio" cha-to!! Imaginem só! Nenhuma briguinha de vez em quando! Aquelas boas de se fazer as pazes depois!

A coisa vai que vai até que o Pedro volta pra realidade. Complicada, nem tão atenciosa muito menos compreensiva, mas a realidade né. Aquela que faz a gente acordar todas as manhãs pensando que dança vai ter que dançar hoje. Que papel eu vou ter que interpretar nesse dia. No fim, é isso que que impulsiona a vida. O desafio, a novidade, o perigo e o risco de ,de repente, esbarrarmos na pessoa perfeita. No homem invisível. Na mulher "Piovani".

Quem não viu ainda, corra pra ver. Quem já viu comente aqui!

beijos visíveis e estalados!






5 comentários:

Bruna Bernordi disse...

Selton, sem dúvida nenhuma, é o ator nacional de maior destaque no momento. Adoro a atuação dele e acho que o filme já vale por isso.
O cara é bom!
Já a Luana, sinceramente tenho minhas dúvidas se foi a escolha certa para esse papel (não aprecio os trabalhos da moça).

Indiana disse...

MUITO BOM, to dando uma de Sérginho Groisman aqui para te falar que vc é extremamente talentosa. Sério!!
Às vezes me sinto mal, porque meus textos não chegam aos pés dos seus...rs Conteúdo show de bola e estrutura interativa.

Parabéns viu!
Beijokas

Bruna Bernordi disse...

Aliás, o que você acha Leila? A Luana atuou bem?

Leila Ferraz disse...

respondendo à pergunta da minha sócia: Eu acho que ela mandou muito bem. E olha que a moça nem me desperta tanta simpatia assim mas sinceramente, outra atriz no papel não seria tão bacana quanto ela. O papel foi escrito para ela, quem puder ver o filme vai ter essa sensação também.

beijokas

Lelê Aracil disse...

"em nossa vida, tudo o que é perfeito é feio" Hum... eu reconheço isso!

Ouvi muitos comentários positivos do filme, mas ainda assim fiquei na dúvida, por conta da Luana Piovani, apesar de ter gostado da atuação dela em "O casamento de Romeu e Julieta" sou um pouco preconceituosa, mas depois de ler aqui, vou ao cinema ver!

To adorando o blog! Keep on, girls!