2 de julho de 2010

Brasil x Holanda

Brasileiros e holandese se preparam. Os corações batem mais rápido, o nervosismo vai tomando conta. Afinal, quem perder volta pra casa né.

O assunto muito me agrada mas como esse singelo espaço não trata de futebol, vamos falar de outras realizações desse dois países. Para as quartas de hoje, de um lado o original A excêntrica família de Antônia e de outro o forte Abril Despedaçado.

Os dois não têm muita coisa em comum, fora o fato de terem a origem em países não tão acostumados ao cinema, meio que fora do circuito. Não são do mesmo gênero mas ambos falam do ser humano. Ambos tratam de lados distintos de homens e mulheres, de desejos, de medos, da perda da inocência, de características hilárias das famílias e muito mais.

Do lado holandês, A excêntrica família de Antonia (Antonia,1995) tem como mote a propria família. Como a minha e a sua, cheia de ícones, seres interessantes,brigas e curiosidades. Um avó doidinha, uma neta prodígio, uma amica ninfiomaníaca, um filósofo, um pessimista e mais um monte de gente que, com certeza, já deve ter passado pela sua casa.

Do lado brasileiro o belíssimo, mas doído, Abril Despedaçado (Abril Despedaçado,2001). Um garotinho nos confins do sertão que tenta narrar sua própria história. Um coração bom de 20 anos, marcado para não chegar aos 21. Inocente. Briga de família, guerra por terras, exposição da ganância e da brutalidade do ser humano. O lado sujo do homem, sombrio e ao mesmo tempo esperançoso.

Nessa a Holanda levou a melhor. A produção foi premiada com o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2005. Não ganhamos nada, mas Abril tem seu lugar na história do cinema nacional. Poucos filmes me marcaram tanto quanto esse. Rodrigo Santoro primoroso.

A dica é essa, tente o "jogo" entre essas duas produções. Me diga depois, quem abalou suas estruturas.

Estamos na torcida pra que hoje, nossa seleção leve a melhor sobre a laranja mecânica (outroi ótimo filme, mas fica pra depois rs).

beijos

2 comentários:

Robson disse...

Adoro o Excêntrica Família de Antônia. E o Abril Despedaçado é mais uma grande obra do Walter Salles.
Neste campo, o filme holandês ganha a partida pra mim.

bjo

Guilherme Michelini disse...

Vc zicou o Brasil! Rs...
Mas de qq forma ótimo artigo...

bjo!