23 de junho de 2008

Ah, as amizades...


Empolgada pelo belo texto da minha sócia, vamos falar de amor né... mas outro tipo de amor, aquele entre amigos.

A gente já sabe como são essas histórias né, paixões mal ou bem resolvidas, paqueras, sonhos , planos ainda que os desfeitos ou interrompidos, tudo isso arrasa a gente mas ao mesmo tempo passa com o tempo, só uma coisa persiste não importa o que aconteça: a verdadeira amizade.


Olha o quadro: Você conhece alguém interessante, situações vão e vêm e no fim o tal fulano nem era tudo aquilo que você imaginou, ele passa e pra quem você corre??? Pros amigos é claro!


No filme Sex and the City (Sex and the City: The Movie, EUA, 2008), Carrie a personagem vivida por Sarah Jessica Parker vive as voltas com um amor digamos , complicadinho, quando finalmente ela parece ter uma solução, algo terrível acontece ( se quiserem saber, corram para o cinema mais próximo).É familiar a situação, claro ela fica arrasada, coração partido, a vida parece que vai acabar ( garanto até que rola uma vontade de cortar os pulsos com faquinha de rocambole) e tragédia só não se completa porque lás estão os anjos que cuidam da gente, os amigos fiéis e ultra importantes.


E é bacana analisar, são pessoas que as vezes nem dividem interesses em comum com você, mas se encaixam perfeitamente na sua vida. Os traumas só são possíveis de superar com eles ao nosso lado, agüentando o péssimo humor, a descrença, a ironia, o desânimo , o chororô ( tudo isso de nossa parte é claro) e muito mais. Sem contar que depois, eles são os primeiros a rir de você, sempre!


E tem amigo que nem precisa estar ao lado pra dar força, isso é sensacional. Não dá pra negar o poder que um amigo tem de mudar as situações na vida da gente.


A Carrie que o diga.... sem as fiéis escudeiras Samantha ( Kim Cattrall). Miranda ( Cynthia Nixon) e Charlote ( Kristin Davis) talvez nem houvesse redenção.


Pode até ser exagero da minha parte ou talvez eu romantizo demais o "ser amigo" mas a verdade é que sem eles... não sei não hein, a coisa ficaria tensa!


Fiquei sem ver uma amiga por quase um ano, nos vimos no sábado a aquela maravilhosa impressão de que o tempo não passou foi incrível! Eu falei mais que "a muié do leite" e rimos de coisas fúteis, dividimos momentos lindos... foi sensacional!


Hoje na hora do almoço me peguei comentando algo com uma amiga que nem eu havia percebido ainda... um sentimento nasceu e talvez eu só tenha me dado conta ao contar pra ela, nem preciso dizer que o encorajamento foi instantâneo né!


Enfim, o mundo é colorido quando se tem amigos!


Beijos

Um comentário:

Bruna Bernordi disse...

É isso mesmo, sem a amizade eu tbem não estaria postando idéias
por aqui.

Graças Leiloca!
O filme é muito bom e vale ir com as amigas.

Bjos,
Bruna